ONU quer explicações de Hong Kong sobre repressão a atos em aeroporto