Macron: Otan está em estado de ‘morte cerebral’